Tag Archives: vagas ociosas

DETONANDO O ENEM (5)

Tema para redação: 2,2 milhões de vagas ociosas

Tema para redação: 2,3 milhões de vagas ociosas

Porto Alegre  (uma prova de redação) – Como hoje é dia nacional da especulação acerca dos critérios de avaliação que serão cobrados na análise dos textos dos candidatos vou entrar no clima e listar os meus para o seguinte tema: por que sobram 2,3 milhões de vagas ociosas no ensino superior privado do Brasil?

A redação deveria abordar informações básicas sobre a educação superior no Brasil, suas principais políticas e lógicas de funcionamento, utilizando inclusive estatísticas elementares disponíveis no site do mesmo INEP que faz o ENEM (as últimas são de 2013). Assim, um bom texto deveria apontar alguns dos 13 itens abaixo (o número é uma singela homenagem):

  1. A educação superior de nosso país é uma das mais privatizadas do mundo;
  2. O setor público atende apenas cerca de 1/4 dos estudantes, estando a ampla maioria nas privadas;
  3. Esta pequena proporção da intervenção estatal não é casual e serve aos interesses de quem lucra vendendo educação, gerando pouca concorrência;
  4. As instituições privadas oferecem aproximadamente 4,5 milhões de vagas para ingressantes anualmente;
  5. Porém, destas, apenas 2,2 milhões vão ser ocupadas por efetivamente;
  6. Logo, mais da metade das vagas privadas ficarão ociosas (2,3 milhões);
  7. Dois dos fatores que ajudam a entender tal descalabro: o Governo Federal tem sido, por décadas, permissivo com os privados, liberando as autorizações para abrirem vagas; o problema é que nosso país é desigual demais e a maioria do povo não tem dinheiro pra pagar mensalidades;
  8. A situação só não é pior porque o Governo Federal é uma mãe (e uma família inteira) para o setor privado;
  9. As tetas do Estado brasileiro bancam FIES, Prouni e abatimento de imposto de renda que garantem milhares de matrículas nas privadas;
  10. O ENEM é utilizado como critério de seleção para alguns dos mimos anteriores para a iniciativa privada – logo, esta sequer precisa se preocupar em avaliar seus clientes-alunos;
  11. Os empresários e mercenários da educação são ingratos, pois não poupam os governos do PT, os quais criaram o Prouni e investiram no FIES como nunca antes na história desse país;
  12. O Ministério da Educação gasta milhões de reais com propaganda em rádio e televisão pra divulgar o ENEM, falando de todos os benefícios que ele aporta à Pátria Educadora, mas nunca divulgou pelos mesmos meios a situação da educação superior brasileira;
  13. Logo, você não sabia de alguns (ou muitos) dos pontos listados acima e fez o ENEM disputando um jogo que você não conhece direito, mas que bota nas tuas costas o peso de vencer e ainda se posta como justo, democrático, fonte eterna de oportunidades etc.

Tá bom assim? Acha que vai tirar uma boa nota?

Dado que as respostas, contatos e participações foram grandes neste fim de semana – e que eu fiz promessas que ainda não consegui cumprir – seguirei batendo no ENEM pelos próximos dias.